[ . . . ]

Porquê? 
Esta pergunta q depois de muito, contínua sem resposta ...
Sinto-me fraca ... há uns dias andava contente, muito feliz. Cheia de esperança. Acreditava q pudesse ter o q quero. Agora, agora fizeste com q isso mudasse de repente :c estava feliz por ti, feliz por nós ... Deixei de acreditar em certas coisas, agora em vez de feliz sinto-me sem forças ...
A esperança ?! Essa ... essa é e vai continuar a ser a ultima a morrer. Sim, ainda tenho esperanças. Esquecer já fez parte do meu dicionário, até ao dia em q percebi q isso é impossível. É impossível esquecer-te, é impossível esquecer tudo. Não gozo contigo, nnc gozei, nem nnc vou gozar. Pessoas q se meteram entre nós, mudaram muitas coisas ...
Ouvi coisas de ti q nnc quis ouvir. Sofri c palavras. Sou mais uma, sim eu sei, mas pensava q era especial para ti ... Mas .. Sou mesmo? O q dizes q sentes, é verdadeiro? 
"Mostra-me vontade de ficar q eu juro q não vou partir", é contigo q eu quero estar :c
Deste-me esperanças, demasiadas até. Iludiste-me. Se nnc quiseste nada comigo, então eu preferia q tivesses dito logo ao início. :c
“A pior coisa do mundo é quando alguém faz você se sentir especial, e de repente, te deixa de lado. E aí você tem que agir como se não se importasse.”

Sem comentários:

Enviar um comentário