Que sonho *


Saudades. Foi aquilo q senti desde q te conheci :$
Tu mudaste'me, fizeste'me sentir coisas q nunca tinha sentido antes. Aquele primeiro olhar naquela noite ... :x Eu juro e digo q nunca senti tanta ansiedade, ou curiosidade, de conhecer alguém. Naquele primeiro momento só pensava em saber quem tu eras, q idade tinhas. Senti o meu coração bater fortemente. Não conseguia pensar em mais nada a não seres tu. Mal te vi, perguntei à minha prima quem tu eras, e se te conhecia, e sem mais nem menos, sem te conhecer, eu disse'lhe q estava apaixonada. Ela disse'me o teu nome, disse'me quem tu eras, e q andavas na mesma escola dela. Fui'me sentar com a minha prima ao pé dos nossos amigos. E eu sem conseguir tirar os olhos de ti. Tu foste'te sentar ao pé de nós. Eu senti uma felicidade enorme. Senti'me alegre e feliz. Os teus olhos tinham um brilho lindo e especial *-* Meteste conversa comigo. Trocámos olhares e não foi preciso muita para perceber q havia alguma coisa entre nós. Lembro'me q me trataste por "coisa", ahah, porque não sabia o meu nome :b Disse'te como me chamava e tu disseste'me o teu nome. Perguntaste se eu tinha facebook :p Para falarmos mais vezes e para nos conhecermos melhor. Mostraste'me ser um rapaz lindo e divertido :x Aquele teu jeito enfeitiçou'me ;$ Faltavam poucos dias para eu ir embora. Para voltar para Lisboa. Aí comecei a perceber q estar longe de ti ia ser difícil :x Pedi o teu número a uma amiga nossa e ela deu'mo. Dois ou três dias depois daquela noite, eu fui ao facebook e tinha lá uma mensagem tua. Fiquei super feliz por saber q também tinhas sentido alguma coisa por mim. Faltavam poucas horas para eu voltar a Lisboa. Tinha'te visto uma e apenas uma vez e não me tinha despedido de ti ... Na noite antes de me ir embora eu passei de carro por uma rua e vi'te *-* Estavas com o teu irmão a andar de skate :b Fiquei feliz, por te ver, mas por outro lado, fiquei triste, por saber q aquela era a última vez q te estava a ver :c O dia de regressar a Lisboa, chegou :c Foram três ou quatro horas de viagem e eu sempre a pensar em ti ...
Por fim, cheguei a Lisboa, cheguei a casa. Liguei o computador e entrei no facebook para ver as tuas mensagens. Tinha, tinha uma mensagem tua a perguntar se já me tinha ido embora, e eu respondi q sim :'c E q gostava de ter passado mais tempo contigo :x Os dias iam passando e nós íamos falando pela internet e por mensagens. Quando nos começámos a conhecer melhor, decidimos dar uma oportunidade a "nós", tentar uma relação à distância. Namorámos durante algum tempo. Uma relação à distância, mas perfeita :x *-* Mas apesar de tudo, não resultou ... Acabámos :c ... Continuámos amigos e continuámos a falar. Bem, mesmo depois de acabarmos, eu sentia a tua falta :c Entretanto, o tempo foi passando, fui conhecendo outras pessoas, outros rapazes. Aos poucos ia'te esquecendo. Voltei a apaixonar'me. Apaixonei'me por outros rapazes. Mas hoje, depois de muitas chatices, reviravoltas, e mudanças na minha vida, eu continuo a saber que tu foste (e secalhar ainda és) a minha maior paixão  Aquele rapaz q me fez acreditar e provar q o amor à primeira vista existe :$ Aquela pessoa q me fazia sentir especial e q à nossa volta tudo era perfeito. 
As saudades apertam, e eu sou sincera, eu sinto a tua falta :x
Somos amigos, e sim, podemos estar longe um do outro, mas oq sinto por ti faz'me sentir mais perto de ti doq se secalhar estivesse contigo. És dos meus importantes *-* Tu foste aquele rapaz q nunca me desiludiu, nunca me magoou. Depois de termos acabado, eu já tive outras relações, sim. Mas nenhuma foi igual à nossa. Já sofri e chorei por amor, já tive momentos bons e maus com outros rapazes. Cada vez q terminava uma relação, eu pensava em ti. Voltava tudo ao início. onde o "ponto de partida" eras tu :s
Agora estou confusa, nem sei no q pensar, sei q lá no fundo, bem lá no fundo, eu ainda te amo, mas a distância é grande e as saudades aumentam. 
Eu sei q o q aconteceu entre nós, não acabou :x Eu sei q o q existe ou existiu entre nós foi ou é verdadeiro $:

Sem comentários:

Enviar um comentário